Violeta Santás: “A consciência de que a tua cultura é mais do que te fizeram crer faz-te mais orgulhosa do teu”

Valentim Fagim entrevista Violeta Santás Corral, de Ourense, neo-falante, foi na universidade quando deixou de ser galego-calante. Estudou Belas Artes em Cuenca. A música brasileira ajudou. Colabora na Semente Ourense. Julga que a música, sobretudo a rádio-fórmula, pode ser útil para divulgar o português.

Continuar a ler